CRAI no CEF 301

11 out

          No dia 05/10, foi dia do CRAI e a equipe pedagógica do CEF 301 conversarem sobre Produção Textual. Foi uma manhã de trabalho muito proveitosa e divertida. Tratamos o assunto a partir dos gêneros textuais, com o objetivo de conscientizar o professor sobre a importância de propiciar aos estudantes o convívio com textos “reais” que circulam na sociedade. Falamos sobre a necessidade dos estudantes não apenas lerem diversos gêneros textuais, mas de também escreverem. Sabemos que o texto é o objeto de estudo da Língua e que para ser considerado como tal, faz-se necessário  respeitar alguns critérios da textualidade, como coesão, coerência, intencionalidade, aceitabilidade e outros.
O trabalho culminou com uma brilhante apresentação dos professores mostrando que é possível desenvolver a competência escritora dos estudantes e que o trabalho com os gêneros é a perspectiva que deve ser adotada para o ensino da produção escrita na escola.

Anúncios

ENCONTRO DE FORMAÇÃO SOBRE “ORGANIZAÇÃO ESCOLAR EM CICLOS”

3 out

          No dia 28/09/2016, o Centro de Referência para os Anos Iniciais-CRAI- e a Coordenação Intermediária dos Anos Finais, reuniram no auditório da CRE os professores dos Anos Iniciais e os professores dos sextos anos do Ensino Fundamental, juntamente com os supervisores, coordenadores pedagógicos, orientadores educacionais e equipes especializadas para discussão sobre esta organização escolar: os ciclos.

          Contamos com a presença da professora Beatriz de Oliveira, gerente dos Anos Iniciais/GFAI/SEDF, que fez uma análise da implantação do BIA e discorreu sobre os fundamentos que sustentam esta proposta.

          Esta organização baseia-se na intenção de alertar e/ou prevenir para as situações de exclusão, possibilitando que a permanência dos alunos na escola seja sustentada por um ensino que favoreça as aprendizagens de todos.

           Já tivemos no Distrito Federal outras experiências com reorganização da escolaridade que intencionavam uma escola em ciclos: Fases e Etapas, Ciclo Básico de Alfabetização, Escola Candanga e, desde 2005, o Bloco Inicial de Alfabetização. Aprendemos com essas experiências e, cada uma com suas especificidades teóricas, epistemológicas, políticas e históricas, foi significativa para que hoje o DF pudesse vislumbrar a constituição de um sistema educacional democrático, não excludente e não seletivo.

           É preciso termos clareza de que uma escola estruturada na perspectiva de ciclos exige transformações na avaliação das aprendizagens, no currículo, na didática, na organização social e física da escola e na formação permanente e continuada de todos os envolvidos no processo educativo.

IX Fórum de Supervisores e Coordenadores Pedagógicos

3 out

 “Registro de Avaliação dos Estudantes – RAv – Formulário 1

No dia 23/09 o Centro de Referência para os Anos Iniciais – CRAI reuniu os Supervisores e Coordenadores Pedagógicos dos Anos Iniciais para orientar quanto ao preenchimento do formulário 1 – RAv. Com o objetivo de compreender o registro como elemento essencial do processo de aprendizagem do estudante, conversamos sobre como deve ser a descrição do Processo de Aprendizagem do Estudante (Doc. SEEDF).

 Os docentes precisam refletir sobre algumas questões no momento de descrever sobre as aprendizagens dos estudantes:

  • O relato deixa claros os objetivos de aprendizagem?
  • O relato apresenta o caminho percorrido pelo estudante?
  • As informações contidas no RAv indicam reflexões?
  • As intervenções pedagógicas realizadas estão evidenciadas?
  • Há evidências no registro das contribuições dos projetos/atendimentos (Educação com Movimento, atendimento SEAA, Educação Integral) para as aprendizagens dos estudantes?

A avaliação deve ser legitimada como formativa, dentro de um processo ético, de acolhimento e de potencialização das aprendizagens e não de exclusão e exposição.

O CRAI NA EC 102

26 set

Fórum para Análise de Desempenho dos Estudantes dos Anos Iniciais/

1º semestre

No dia 21/09, nos turnos matutino e vespertino, o Centro de Referência para os Anos Iniciais – CRAI esteve na EC 102, para apresentação e análise dos resultados obtidos no 1º semestre letivo, resultados da 1ª fase da Provinha Brasil/2016 e IDEB.

O fórum teve como objetivo analisar os gráficos numa perspectiva formativa, a fim de atender as necessidades de aprendizagem apresentadas pelos estudantes. A discussão pautou-se em questões orientadoras a fim de refletirmos sobre as aprendizagens e não aprendizagens, intervenções pedagógicas a serem desenvolvidas para garantir a todos os estudantes o direito de aprender e planejamento.

CRAI Recanto das Emas

 

IV Plenarinha da Educação Infantil: A cidade e o campo que as crianças querem – Regional de Ensino do Recanto das Emas.

31 ago

          A Plenarinha é a culminância de um processo pedagógico na qual todas as crianças exercem o direito de participar ativamente das reflexões em torno de seus direitos e necessidades. Este projeto materializa-se por meio da escuta sensível e atenta às crianças de forma a considerar a sua percepção sobre  as situações que vivenciam  na escola,  na comunidade e na cidade, traduzindo-se em contribuições relevantes para melhoria da primeira infância no Distrito Federal.( Guia da Plenarinha)

          Na culminância da IV Plenarinha, etapa regional, realizada no dia 24 de agosto, tivemos a oportunidade de apreciar o material produzido nas escolas, pelas crianças e seus professores, em uma exposição organizada na CRE do Recanto das Emas. No auditório, depois de uma recepção muito divertida, com músicas e apresentação teatral, ouvimos o que as crianças tinham a falar sobre suas percepções a cerca dessa cidade, desse Recanto das Emas que amam  e respeitam. Para o diálogo com essa turminha dedicada, tivemos a participação de autoridades diretamente ligadas à cidade: o administrador Fábio Viana Ávila, o Deputado Rôney Nemer e o Coordenador Regional de Ensino Marcos Antônio Faria. Foi um dia muito especial onde se observou o exercício da cidadania, iniciado onde deve ser iniciada, com as crianças da Educação Infantil.

Dia letivo temático E.C. 404

29 ago

Dia letivo temático E.C. 404, tema: reagrupamento… dia muito produtivo. Com direito a carrinho de churros.

Fizeram oficinas sobre o reagrupamento, envolvendo os níveis da escrita.

O CRAI NA EC 102

26 ago

Temática: “Alfabetização em contexto de Letramento”

 O Centro de Referência para os Anos Iniciais – CRAI esteve na EC 102, no dia 17/08, conversando com a equipe pedagógica sobre as possibilidades para o trabalho da alfabetização na perspectiva do letramento.

A conversa pautou-se na compreensão dos conceitos de Alfabetização e Letramento, na importância do “alfabetizar letrando”, na análise de atividades que promovem o ensino do Sistema de Escrita Alfabética – SEA e na vivência de atividades para desenvolvimento da consciência fonológica e do letramento.

O encontro oportunizou a troca de experiências e a compreensão da importância de ensinar a ler e a escrever no contexto das práticas sociais da leitura e da escrita.

“Ler histórias ou poemas ou textos informativos para as crianças, leva-las a interpretar esses diferentes textos supõe determinados procedimentos didáticos, enquanto que tomar palavras-chave de um texto lido e trabalha-las para, com base nelas, desenvolver a aprendizagem das relações fonema/grafema supõe outros procedimentos”. MAGDA SOARES, 2005.

Equipe do CRAI